• Redação Skyenergy

E-TRON

Atualizado: 12 de jul. de 2020

Electric Concept Car.



O Audi e-tron coupe foi apresentado no NAIAS - North American International Auto Show - Salão de Detroit de 2010. Um concept car - carro conceito de perfil musculoso de 2,93 m de comprimento, com distância entre eixo de 2,43 m, (22 cm mais curto que o R8), 1,78 m de largura, e 1,22 de altura. Calçando rodas de 19 polegadas, de 35 raios, pneus 235/35 na dianteira, 255/35 na traseira, possui uma distribuição de peso de 40:60, isto é, o peso total do carro é de 40% na dianteira e 60% na traseira.


As bateria não são carregadas somente quando o carro está parado, mais também quando está em movimento. Com o sistema de recuperação de energia e de recarga das baterias, as frenagem com auxílio do alternador, converte a energia cinética em energia elétrica, alimentando assim o sistema elétrico.

Com apenas 1.350 kg em uma estrutura ASF*, sendo 399 kg do conjunto de bateria de lítio de 45 kWh (as baterias possuem um inovador gerenciador térmico), fornece autonomia aproximada de 250 km com uma carga completa de 11 horas em uma tomada convencional de 230 volts por 16 amperes ou em 2 horas com um carregador rápido de 400 volts por 32 amperes. O Audi e-tron coupe, possui tração traseira com dois motores elétricos no eixo traseiro, com potência combinada de 204 cv (150 kW), 2.650 Nm de torque, aceleração de 0 a 100 km/h em 5,9 s e retomada de 60 a 120 km/h em 5,1 s. Sua velocidade máxima é de 200 km/h.



Na questão iluminação, todas as unidades de luz do Audi e-tron coupe usam tecnologia LED - Ligh Emitting Diode - Diodo Emissor de Luz, ultra eficiente. A exemplo dos faróis que são o núcleo de um sistema de assistência de iluminação totalmente automática que reage de maneira flexível a qualquer situação. A tecnologia reconhece as condições climáticas e adapta a iluminação de forma distinta à chuva ou neblina. Essa tecnologia consiste em uma central que detecta o tráfego através de uma câmera, que reconhece as condições da pista e de visibilidade, para ajustar da melhor forma a iluminação. Este conjunto trabalha de forma a colher informações, analisar e responder inteligentemente a um caso de neblina, alterando os feixes baixos, produzindo um campo de iluminação mais amplo e horizontal, reduzindo significativamente o brilho das luzes, por exemplo.


Além desta inovação, o Audi e-tron coupe é capaz de distribuir o alto torque de seus motores elétricos entre as rodas traseiras conforme a sua necessidade. Sua vetorização de torque é a chave para um alto nível de precisão ativa e excelente tração em diferentes pisos e condições de tráfego. Graças também ao seu baixo peso, curta distância entre eixos e perfeita distribuição de peso, suas manobras são mais dinâmicas e precisas. O Audi e-tron coupe se comporta como um kart; ágil, bom de curva e neutro em condições extremas.



Em seu interior, o Audi e-tron coupe, é o primeiro Audi a ser equipado com um display integrado ao MMI. Com um controle touch, um elemento inspirado nos smartphone modernos, se pode controlar a central multimídia MMI da Audi. Se pode controlar o telefone, o sistema de navegação, reprodução de vídeos, inserir planos de rota, ajustar o sistema de som, tudo isso no conforto de casa. Isto é, o smartphone e o veículo se comunicam através da rede de comunicações móveis, mesmo em distâncias consideráveis. E no alcance da WLAN - Wireless Local Area Network - rede local sem fio, se pode monitorar constantemente o status atual do veículo, por exemplo, se todas as janelas e portas estão fechadas ou mesmo se o veículo estiver totalmente recarregado no caso de estar estacionando numa estação de recarga.


O Audi e-tron coupe de 2010 já vinha equipado com os espelhos laterais virtuais, que só foram ser lançadas no mercado agora com o lançamento do novíssimo Audi e-tron de 2019 (veja artigo)


Por último temos a bomba de calor criado pela Audi para resolver a questão do controle de temperatura no interior do veículo. Ao contrário de um motor à combustão, o sistema de acionamento elétrico geralmente não produz calor suficiente para aquecer efetivamente o interior. Normalmente os veículos são equipados com aquecedores elétricos suplementares, que consomem muita energia. Para isso a Audi utiliza um método usado em edifícios, usando o trabalho mecânico para fornecer calor com maior eficiência. O sistema de controle climático da Audi trabalha em conjunto com o sistema de gerenciamento térmico que controla também a temperatura das baterias. Isso ocorre porque as baterias, o inversor e os motores elétricos devem se manter em uma temperatura de operação ideal para alcançar um desempenho e autonomia desejada. Em condições frias, o sistema é pré aquecido e, em condições de calor, é resfriado. Este pré condicionamento também pode ser estendido para o interior do veículo, se necessário, para que os passageiros possam entrar em um interior aquecido ou resfriado, conforme suas especificações.


*ASF - Audi Space Frame é uma construção leve que combina vários tipos de materiais reforçados com fibra de carbono e alumínio; combinando maior rigidez com baixo peso. Abaixo vídeo da estrutura ASF num modelo da Audi o esportivo R8.

Inspire-se - Skyenergy Vislumbrando um Futuro Eletrizante

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo